sábado, 16 de março de 2013

Conservando Ervas Frescas

Cozinhar com ervas frescas nem sempre é um trabalho fácil, principalmente para a mulher moderna, que tem mil outras atividades que não permitem que ela faça feira ou vá ao mercado todos os dias.
Aí, sobram as opções: cultivar sua própria horta (eficaz, mas trabalhoso), utilizar ervas secas (fácil, mas ineficaz), simplesmente não as utilizar (só que não) ou... a dica que vou apresentar hoje!

Uma forma prática e rápida de conservar suas ervas frescas é usando a técnica de congelamento. Chamo de técnica porque, quanto melhor conservadas, maior será sua durabilidade, mas a receita é simples!

Veja a imagem abaixo, onde apresento o passo-a-passo para o congelamento de cebolinha, como exemplo:


O modo de fazer é simples: logo após comprar as ervas, lave-as e deixe-as secar bem. Pique-as e coloque-as em um pote, de preferência de borda larga, para facilitar a utilização depois. Por fim, cubra com um papel toalha, tampe e leve ao congelador.

É muito importante seguir esses passos. A umidade é inimiga da conservação de folhas em geral e, por isso, as ervas devem estar bem secas antes de serem congeladas. O papel toalha também ajudará na absorção da umidade que entrará cada vez que você abrir o pote para utilizar as ervas. Assim, esses dois passos ajudarão a aumentar o tempo em que as suas ervas se manterão com o aspecto fresco.

Caso elas sejam congeladas ainda úmidas, você verificará a formação de pequenas crostas de gelo, que queimarão as folhas e darão a elas o aspecto de murchas.

Essa técnica de congelamento pode ser usada em diferentes ervas, como a cebolinha, o coentro, a salsa, o manjericão... mas atenção! Não congele talos inteiros. Após congeladas, as ervas ficam grudadas e quebradiças e será um desastre ao tentar tirar uma parte para usar na hora de cozinhar. Sempre pique antes, para facilitar retirar depois.

Existem outras técnicas de congelamento utilizando forminhas de gelo. Nesse caso, as ervas picadas são colocadas dentro das forminhas e cobertas com água ou azeite. Eu, particulamente, nunca tentei, pois nem sempre quero usar azeite no prato em que vou temperar com as ervas e a água, como eu disse acima, é inimiga do congelamento de folhas, pois as queimam e deixam o aspecto de murchas. Mas se você quiser outra opção para os potinhos, ficam aí mais essas duas dicas:

(1) congelamento com azeite e (2) congelamento com água (foto retirada do blog "http://esemeudivafalasse.blogspot.com")



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Outras postagens que você pode gostar:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...